Arquivo Distrital do Porto - Atribuições

A «promoção do conhecimento e a fruição do património arquivístico» custodiado e da área geográfica de intervenção, são competências deste Arquivo, assumidas como uma natural vocação e enriquecidos por atividades que se pretendem inovadoras, quer na orientação dada a sua concretização, quer nos meios a usar.

No ADP acreditamos que a intervenção cultural se pauta por uma necessária interação com o meio social em que o Arquivo se insere.

Oferecemos vários serviços, possibilidades diversificadas de levar os diferentes públicos à descoberta dos documentos, da sua riqueza informacional, da sua estética formal, das funções e atividades que carregam para além do presente, a visão integradora dos documentos/informação custodiados, da atividade do Arquivo e dos públicos/atores sociais com que se relaciona.

 A atividade cultural e educativa não é, assim, uma atividade fechada pelo que se acolhem propostas de cooperação, da mais simples disponibilização de espaços às co-produções que valorizem o património existente.

 

O Serviço Educativo

No âmbito desta atividade, o Serviço Educativo apresenta uma abordagem renovada, direcionada para a formação dos mais jovens, atingindo assim um dos seus objetivos fundamentais: a transmissão da memória coletiva, contribuindo de uma forma clara para o crescimento intelectual e crítico dos jovens que o visitam por via presencial ou remota.

O Serviço Educativo pretende ser um canal privilegiado da comunicação eficaz e eficiente dos fundos documentais que, pelo seu valor administrativo, histórico/cultural e informativo são de conservação permanente. Contudo, não pretende esgotar nos documentos o objeto da sua atuação: utilizando os mais diversos meios, localmente e aos cibernautas que nos visitam, dará a conhecer também as valências do Arquivo Distrital do Porto e das atividades profissionais relacionadas. É uma perspetiva de arquivo total a transmitir aos utilizadores, que não apenas os estudantes e investigadores, usando de metodologias adequadas: pedagógicas, didáticas e também lúdicas.

Com vista a abranger públicos escolares diversificados e grupos com dinâmicas de atividade plurais, propomos também visitas com dinâmicas diferenciadas, com espaços e recursos lógico-pedagógicos distintos.

Assim sendo, poder-se-á afirmar que o Serviço Educativo incentiva o contacto com as fontes primárias, mas também desenvolve hábitos de pesquisa e de visita ao arquivo, promove o gosto pelo conhecimento da história (regional, local…) e da importância do trabalho arquivístico como fator de formação cultural/moral e cívica de todos os cidadãos.

SCROLL TO TOP