Arquivo Distrital do Porto - Atribuições e visão

As Atribuições

Os arquivos distritais são arquivos regionais com atribuições específicas relativamente ao território em que se situam, visando a promoção do conhecimento, a fruição do património arquivístico e a garantia dos direitos do Estado e dos cidadãos, nomeadamente pela utilização dos documentos na atividade administrativa.

Decreto-Lei n.º 103/2012, de 16 de maio
Portaria n.º 192/2012, de 19 de junho
Decreto-Lei n.º 149/83, de 5 de abril

É no âmbito dessas atribuições que o Arquivo Distrital do Porto incorpora e valoriza a documentação do registo civil, dos cartórios notariais, dos tribunais e de serviços públicos cessantes - e de outras instituições detentoras de arquivos de inegável valor - e presta consultoria e apoio técnico a instituições de arquivo e outras entidades.
Esta intervenção, visando os acervos documentais que tenham adquirido o direito de serem definitivamente conservados, promove a sua incorporação, incentiva as doações e os depósitos de arquivos que, ao serem organizados e descritos, permitem ao utilizador referenciar o que procura e aceder à informação.

 

O que somos

O que é uma instituição de arquivo? Quais os seus objetivos? Os seus propósitos? Que métodos utiliza? Que pessoas e instituições serve? Qual o seu desempenho na sociedade?
Esqueçam-se os tradicionais conceitos de armazém, ou mero depósito mais ou menos organizado de velhos documentos ou ainda a perspetiva redutora de arquivo histórico unicamente virado para o passado.
Um Arquivo deve intervir na sociedade em que se insere como organismo vivo e participante.
Deve gerir integradamente a memória e o presente, na medida em que um é sempre resultado do outro.
Deve considerar os documentos de arquivo numa aceção total e contínua - desde a produção até à eliminação/conservação - e na perspetiva da definição de documento de arquivo adotada pelo Conselho Internacional de Arquivos.

... «Informação registada, produzida e/ou recebida na iniciação, condução ou finalização de uma atividade institucional ou individual compreendendo suficiente conteúdo, estrutura e contexto para constituir evidência dessa mesma atividade».

 

A nossa visão

Valorizar o ADP como ponto de referência dentro dos serviços públicos prestados e produtos disponibilizados num contexto nacional.

 

Os nossos propósitos

No ADP pretendemos desenvolver, até ao limite, estes objetivos através de aplicação de práticas e desenvolvimento de processos que, de forma continuada procuramos otimizar, dentro das áreas funcionais que desempenhamos.

Aquisição de património arquivístico
Valorização e acessibilização da informação
Consultoria e apoio técnico a organismos públicos e privados
Cooperação e desenvolvimento
Extensão cultural e educativa

SCROLL TO TOP